Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
19

Resenha #42: Pólvora - Tico Santa Cruz

Autor: Tico Santa Cruz
Edição: 1
Editora: Belas-Letras
ISBN: 9788581741567
Ano: 2014
Páginas: 168

Sinopse:
A novela policial originalmente publicada na internet com mais de 300 mil leitores. Pólvora é o livro proibido do roqueiro Tico Santa Cruz, definido pelo próprio autor como uma narrativa "psicótica, suja e violenta". Inicialmente escrito em capítulos curtos para postar em seu blog, em poucas semanas virou fenômeno na rede. Uma leitura intensa e chocante sobre terror e caos, hipocrisia e preconceitos, política e serial killers. Mas, acima de tudo, sobre o lado mais sombrio de cada um de nós.


Avaliação:  
     



Resenha


Em Pólvora, vamos conhecer a história de um homem que, cansado de sua vidinha parada de banqueiro, resolve abandonar completamente tudo em sua volta para cair na estrada com sua namorada e ex-enfermeira Lore. Juntos, eles fazem uma viagem sem destino, sem regras, conhecendo lugares e pessoas, derramando sangue por tudo quanto é lado, motivados pela adrenalina, muito sexo, drogas e boa música.


Para suprir esses gostos, é de grande importância ter grana, ou ao menos arranjar uma forma de obtê-la, consequentemente eles realizam alguns assaltos para conseguir dinheiro e suprir suas necessidades, mas o pior é que não basta apenas roubar, eles precisam ir além e machucar suas vitimas para saciarem a sede por adrenalina.

Os personagens desse livro não medem as consequências de seus atos, agem por impulso, no calor do momento, sem se importarem com o que os outros vão pensar ou o que aquilo vai lhes aduzir, e em alguns momentos isso deixa o leitor se perguntando qual o motivo para tanta crueldade.


Sendo um livro narrado em primeira pessoa, no ponto de vista do banqueiro, é possível ter a visão do personagem e de tudo o que ele está sentindo ao decorrer dessa viagem insana. Em contrapartida, por vermos tudo no ponto de vista do criminoso, de certa forma, as consequências de seus atos não nos são mostradas e depois que eles agem não sabemos mais o que aconteceu com aquelas pessoas que eles mexeram, deixando assim uma sensação de impunidade.

Mesmo com essa onda de violência gratuita no decorrer do livro, é fácil identificar inúmeras críticas que os personagens fazem aos políticos brasileiro, à péssima educação do país, a igreja, e até mesmo àqueles programas de TV que exploram as vidas alheias para aumentar a audiência, e isso foi algo bem encaixado na trama.

Pólvora é um livro que deixa o leitor perdido no enredo, sem saber os próximos passos dos personagens e o que irá acontecer. Mas para um leitor que não está habituado, ou até mesmo não gosta, o palavreado de baixo calão que o autor usou para deixar a trama mais crua pode incomodar um pouco.

19 comentários:

  1. Olá =)

    É a segunda resenha que leio sobre esse livro, cheguei a acompanhar alguns dos textos que o Tico postava no blog. É um livro que não tenho interesse em ler, por achar os palavrões e algumas cenas fortes demais. Gostei da resenha, mas não tenho vontade de ler.

    Beijos, Rob

    ResponderExcluir
  2. Bom dia!
    Essa foi a primeira resenha que li sobre a obra e apesar de não ser suuuper fã do Tico, fiquei interessada na história. Bom, em partes rs. Primeiro eu fiquei um pouco chocada por conta de tantos assaltos e crueldade, mas quando você citou que várias críticas são feitas ao decorrer da obra, acontece um estalo interior e pensei 'cara, eu preciso desse livro'.

    Mil beijos!
    Blog Procurei em Sonhos

    ResponderExcluir
  3. Olá, tinha curiosidade de saber mais sobre o livro, por causa do autor (que fez um show na minha cidade e me pareceu uma pessoa bem bacana). Não sei se leria "Pólvora".
    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oii,

    Só fui descobri esse livro depois de ler algumas resenhas... Achei muito legal a história, mas acho que o palavreado me faria desistir da leitura :( :(
    O que eu mais gostei foi das ilustrações,,,


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  5. Não fiquei com vontade ler o Pólvora. Só se for por curiosidade. Não acho que assim vá me acrescentar alguma coisa. Personagens sem profundidade tem aos montes por aí. A sua resenha nos levar a perceber que o livro não é lá essas coisas.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Ola adorei a resenha , o livro tem recebido elogios , confesso que passar de certa forma que a impunidade sai vencendo não gostei, mas acho que o livro merece um crédito para leitura e saber a visão do lado do criminoso. abraços

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  7. Quem fez a resenha desse livro la no blog foi nossa amiga Fernanda, mas com certeza é um livro que vou ler futuramente, sei que é bem pesado e cru, com palavrões e violência, mas isso não é o que temos em nossa sociedade hoje?

    Gostei do seu ponto de vista.

    Abraço,
    Diego de França
    www.leitorsagaz.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi,
    Eu não sei porque mas não tenho vontade de ler o livro. Acho legal a forma como o autor critica o cenário politico-social e conhecendo um pouco do trabalho do Tico, já podemos perceber que ele não se intimida mesmo. Porém sinto uma aversão ao livro e não sei qual o motivo disso.
    Faço uma ressalva quando ao trabalho gráfico. Está lindo!

    Abraços
    Adriano
    GeraçãoLeitura.com || http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oii,

    É a segunda resenha que leio do livro. Acho interessante as críticas sociais que o livro traz, mas a sensação de violência gratuita as vezes me incomoda e por se passar em primeira pessoa acho que as vezes eu ia ficar bem revoltada. Entretanto, gostei bastante da ilustração. Ótima resenha!!

    Beijinhos,

    Rafaella Lima

    ResponderExcluir
  10. Eu li uma resenha que expôs basicamente os mesmos pontos que vc, o que me levou a decidir pela não leitura do livro. Toda essa violência gratuita associada a ilustrações meio sinistras não fariam bem pra mim. E nem faz mesmo o meu estilo, então não rolaria.
    Imagino que seja estranho ler uma narrativa sob o ponto de vista do criminoso, pois é algo mais frio, momentâneo, não tem o depois. Não sei se eu iria curtir essa abordagem.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem? Estava com muita vontade de ler o livro, mas agora fiquei com um pouco de receio de adquirir a obra! Não gosto muito de violência gratuita, nem muito menos de palavreado de baixo calão! :( Ótima resenha!

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. O que gostei nesse enredo são as críticas que ele traz, já esperava isso do Tico, mas a questão da violência e crueldade me repele.
    Essa ilustração interna do livro é bem sinistra, fiquei curiosa pra saber a ligação dela com o enredo.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  13. Oiê... tudo bem???

    Bom é a primeira resenha que leio sobre esse livro e isso só contribuiu para que eu tirasse a minha certeza de que não vou ler esse livro... Eu não tinha vontade de ler e descobrindo o enredo agora realmente não tenho vontade. Bom os aspectos que você levantou não foi o que me fez desistir de vez, mas o enredo... se quando lemos não compreendermos o porque que eles agem com toda violência qual o sentido da leitura? Prefiro não ler do que passar raiva rsrsrsrs.
    Xero

    ResponderExcluir
  14. Primeiramente, eu adoro a capa e a sinopse (meu lado negro entrando em ação só pode haha) mas ai você falou em palavrões e palavras de baixo calão, eu realmente detesto palavrões :O Eu só não os detesto quando eles vem para enriquecer a trama e realmente ser importante usar esse tipo de palavreado no enredo (Acho que por isso leio poucos livros hot's, não aguento aquele palavreado não haha como sou fresca Pai.) mas como é para deixar a trama mais realista e crua eu acho que não vou me importar. Bom, vou continuar querendo ler o livro.

    Beijos
    Passaporte Literário

    ResponderExcluir
  15. Gostei de algumas críticas que o livro faz, e curti a ilustrações. Saí da minha zona de conforto para realizar a leitura, e a narrativa me incomodou demais. Mas só porque não tenho estômago para tanta violência. Acho que não é um livro para qualquer pessoa, mas os fãs do gênero têm uma boa chance de curtir bastante!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  16. Esse livro não me interessou em nenhum momento. A Violência gratuita e o palavreado são algo que com certeza irão me incomodar. Mas acho que as criticas sociais sempre são válidas.

    Beijos, Andressa
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  17. Oi,

    Acho essa capa muito linda, mas não me deixa muito atraída na leitura, as palavras de baixo calão, não me deixam muito a vontade durante a leitura, mas a curiosidade sempre tenho pra saber o que pode acontecer né! Se tiver oportunidade eu poderia ler sim, mas sem compromisso! Gostei bastante da resenha e das fotos!

    Mayla

    ResponderExcluir
  18. Meu livro chegou a 2 dias e terminei a leitura , gosto dos fatores expostos no livro , gosto do capricho no qual foi dedicado a esse projeto , o enredo da historia é muito bom , más ao terminar a leitura senti falta de esclarecimentos mais diretos com relação ao contexto dessa historia , as palavras de baixo calão de incomodaram bastante , e o fato como o sexo é visto também não me agradou muito. Se for analisar o trabalho por inteiro , creio que vale a experiência de ler.

    ResponderExcluir
  19. Comecei a me interessar pela história recentemente, ao saber da participação do Tico no projeto "Sempre um Papo", aqui na minha cidade (Sete Lagoas). Confesso que estou gostando da história e me envolvendo cada vez mais. não havia lido nenhuma outra obra do Tico, porém, irei ler as demais. Super recomendo.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!