Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
19

Resenha #29: Orange Is The New Black - Piper Kerman


Lido em: Agosto de 2014
Título: Orange Is The New Black
Autor: Piper Kerman
Editora: Intrínseca
Gênero: Não Ficcional
Ano: 2014
Páginas: 304
Tradutor: Cláudio Figueiredo / Lourdes Sette


Confira aqui a sinopse do livro.

Avaliação:        


Resenha


Orange Is The New Black, livro que inspirou a série original do Netflix, é um relato verídico escrito por Piper Kerman. A protagonista conta na obra sua história de vida, com foco especial nos momentos que antecederam o crime (transporte ativo de dinheiro proveniente do tráfico de drogas internacional), até seu momento de libertação da prisão estadual.

Estando no início da sua fase adulta, Piper estava em busca de algo que a fizesse sentir-se viva; e foi aí que conheceu Nora, a mulher que a levou para o mau caminho. Nora já era uma traficante antes mesmo de encontrar Piper. Ao se conhecerem, desenvolveram uma amizade e, posteriormente, um relacionamento amoroso. Sempre ficou bem claro para ambas qual era o trabalho de Nora, e isso não foi problema algum para o caso entre as duas acontecer. O amor delas era regado por viagens caras e constantes, sexo, e 0$t3nt4ç40. 


"Eu não era apenas uma vergonha e uma decepção. Era também uma idiota. Ela não disse que eu era uma idiota. Na verdade, ninguém chegou a dizer também que eu era uma vergonha e uma decepção. Não precisavam. Eu sabia."



Algum tempo depois de estar nesse mundo de perdição, a protagonista nota que se encontra em uma total furada e decide "pular fora". De volta à sua vida "normal", consegue arranjar um bom emprego e estabelecer um relacionamento heterossexual com Larry (vale salientar que hoje ele é o marido dela sz). Sempre atencioso e preocupado com sua mulher, Larry demonstra-se como um perfeito cavalheiro durante todo o enredo, até mesmo quando ela recebe uma intimação da justiça para responder criminalmente pelo seu passado ou quando revela que já teve relacionamentos homoafetivos. Ele a  apoia, visita e ajuda psicologicamente em sua meta de cumprir a pena de quinze meses sem arranjar nenhuma discussão, sempre ao lado da mulher amada.

"Mas nossa justiça criminal atualmente não tem espaço para a justiça restaurativa, na qual os criminosos confrontam os danos que provocaram e tentam compensar o mal que causaram às pessoas que prejudicaram. (Tive que chegar a essa conclusão por conta própria, com a ajuda das mulheres que encontrei). Em vez disso, nosso sistema de "correção" é baseado na noção de vingança e retaliação praticada de forma fria e à distância, sempre. E depois, os administradores desse sistema ainda se pergunta por que as pessoas saem da prisão mais problemáticas do que quando entraram."


Como ilustrado na passagem acima, durante o decorrer da história várias críticas severas ao método de "correção" penitenciária são feitas. Porém, conseguimos perceber facilmente que a Piper evolui de forma considerável através dos seus quinze meses na prisão, estabelecendo relações de amizade com outras detentas que acabam por acrescentar qualidades e virtudes à ela. Percebemos também o quanto o apoio e união da família de Kerman ajudou-a a enfrentar os problemas na prisão.



Não somente sua família ou Larry a acolheu nesse terrível momento. Os amigos que ela acumulou durante a vida e até mesmo desconhecidos fizeram questão de enviar cartas de apoio e livros, itens que acabaram tornando a estadia na prisão um pouco menos assustadora. Como narrado na obra, Piper era uma das detentas que mais recebia correspondência, sendo no início até alvo de piadas e olhares "tortos". Porém, com o engajamento na prisão e maior intimidade com as outras, ela se tornou uma mulher amada ali dentro.

Foi muito interessante e até engraçado em certos momentos ler as passagens de adaptação ao meio carcerário. São tantas regras ocultas, tanto da parte policial quanto entre as próprias prisioneiras, que a autora me fez rir sozinho imaginando algumas situações lidas. Seria cômico se não fosse trágico! 

Orange Is The New Black não é apenas uma história de uma mulher, um crime e uma prisão. É, sem dúvida, um ensinamento sobre compaixão, fortalecimento de laços familiares e superação. Uma leitura simples, singela e emocionante. Sem dúvida, uma das melhores leituras do ano.

"Se houve um aspecto positivo nessa desgraça toda, foi que eu me dei conta, outra vez, da grandeza de minha família."

Sobre a autora









Piper Kerman é vice-presidente de uma empresa de comunicação sediada em Washigton D.C. que trabalha com fundações e organizações sem fins lucrativos. Mora no Brooklyn com seu marido Larry.

19 comentários:

  1. Oi, oi Sergio \0
    Esse livro é um dos que está na minha listinha de livros 2014. A história parece ser incrível e emocionante.
    Amei os quotes que você selecionou haha engraçados mas que passam sentimento.
    Amei a resenha. Com certeza fez meu desejo por esse livro crescer muito mais!

    Beijos
    Barb
    Toca dos Livros

    ResponderExcluir
  2. Oi!! Nossa, não sabia que era baseado em história verídica! Não acompanho a série, mas vejo o sucesso que faz.
    O livro deve estar sendo super querido pelos fãs da série... e não fãs também.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Oii, Sérgio. A partir de agora, sempre que eu puder vou passar nos meus blogs favoritos, ou seja, você e Pedro podem se sentir lisonjeados hahaha. Bem, aos poucos vou me recuperando do que passou, antes não conseguia entrar em um nenhum blog, então este é um grande passo :)
    Sobre o livro, eu tinha vontade de ler, mas vi um comentário negativo sobre ele e acabei desistindo. Mas você fala tão bem do livro e principalmente da série que posso até dar uma chance para ele.
    Ahh eu adorei o novo layout do blog. Sei que estou atrasado para dizer isso, mas quando se trata de elogio não importa quando é feito hahaha. Sucesso ao blog e a essa nova identidade do De Cara Nas Letras.
    Um mega abraço!!!

    ResponderExcluir
  4. Uma amiga me indicou esse livro e a série, não tinha me interessado muito mas pela resenha para ser bacana.
    Acho que por ser baseado em fatos reais torna a história mais interessante.

    E a Netflix produz obras incríveis.

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Já faz um tempão que eu estou querendo ler esse livro, mas como fiz um trato comigo mesmo de que eu só vou comprar livros quando terminar de ler todos os que estão na estante, não vou comprar por agora.
    Eu adoro a capa desse livro! A resenha foi muito bem escrita, parabéns.
    Abraços.


    http://likelivros.blogspot.com.br/2014/09/resenha-deixe-neve-cair-john-green.html?m=1

    ResponderExcluir
  6. Amo de paixão Orange Is the New Black, desde que lançou acompanho a série. A série é realmente muito emocionante, engraçada e etc, vale muito a pena ver.
    Queria comprar o livro mas não tive a oportunidade ainda, mas quem sabe, em breve.
    Beijos

    http://fashionher0es.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Sérgio, tudo bem?? Gostei bastante da sua resenha, tenho vontade de ler esse livro e assistir a série, alias, não sei porque ainda não comecei a assistir, já que sempre falam bem. Gostei de como a Piper conseguiu superar tudo e hoje é vice-presidente de uma empresa e ainda casada com o Larry. Gosto de histórias assim, e deve ser interessante ver as situações que ela passou para chegar até o momento em que está agora.

    Já estou seguindo o blog.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  8. Oie,

    Bom eu a divulgação que estava tendo desse livro, mas não me interessei muito na obra, mas agora vendo que é sobre um historia real, fiquei mga curiosa também não assisto a série, mas acho que vou acompanhar a partir de agora.

    Mayla

    ResponderExcluir
  9. Oii,

    Eu ainda não consegui ler o livro, mas acompanho a série e adoro HAHAHA. Tem muitas cenas engraçadas, imagino que o livro deve ser muito melhor.

    Adorei a resenha!!

    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  10. Eu amei, nunca tinha ouvido falar mas amei sua resenha .
    seguindo seu blog
    http://www.isadoramonteiro.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Nossa, a Piper de verdade é linda! E não sabia que ela era casada com o cara de antes da prisão.
    Sempre ouço falar bem do livro e da série, mas nem li nem vi ainda. Claro que me interesso, até pra conhecer mais o sistema penitenciário de lá e saber como ela lidou com isso. Também tenho curiosidade sobre esse relacionamento homo, principalmente a reação do marido ao saber.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Sérgio.
    Eu conheço a série, mas acredita que eu não sabia da existência do livro, e muito menos que é baseado em fatos verídicos.
    Fiquei interessada em conhecer essas regras ocultas narradas pela autora, e vou tentar ler esse livro antes de começar assistir a série, minhas expectativas estão bem altas.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  13. Pelo visto você curtiu bastante o premio =D
    A história não me interessa tanto assim, mas com certeza vou assistir ao seriado.
    Eu não sabia que ela tinha conhecido o marido antes da prisão. Esse homem pelo visto tem muito a ensinar aos leitores.

    Beeijinho. Dreeh
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  14. Oi Sérgio,
    Engraçado como o livro é diferente da série... bastante!
    Acho que gostaria de ler essa questão do apoio da família dela que não é um bando de imbecil como na série!
    Fico com medo do livro ser meio parado, mas acho que eu iria gostar dessa "aventura"
    Beijos
    Chrys Audi
    Blog Todas as coisas do meu mundo

    ResponderExcluir
  15. Olá Sérgio essa série está sendo bem comentada , muito legal ser baseada em história real, me chamou a atenção o apoio que a família dá a ela. Já estou com o livro no Kobo sí falta i danado tempo para ler. abraços

    ResponderExcluir
  16. OI Sérgio,
    Eu não li o livro mas tenho muita vontade de ler. Acompanho a série e sou apaixonado pela Piper <3
    O Larry é um porre, carinha chato. kkkkk eu prefiro a Alex e Piper juntinhas na prisão, porém na resenha você diz que é NORA. Eu me perdi em algum momento. Teve adaptação e mudança do nome? Socorro kkk
    Enfim, a série é muito engraçada porque você entende um pouco do ambiente carcerário e as regras. E ver Piper boiando no mar de tanta hierarquia e regras é o mais divertido.
    Adoro a série e curti a sua resenha <3

    Abraço
    Adriano
    GeraçãoLeitura.com || http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá Sérgio!
    Que livro bacana. É muito bom ver a evolução das pessoas. Sempre a esperança pra quem deseja ajuda. Deve ser um livro muito emocionante. Eu amei a sua resenha, os relatos que você escreveu soubre o livro nos incentiva a lê-lo.
    Beijinhos!
    http://www.eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Acho muito legal o livro ter sido baseado em um caso real, mas simplesmente não consigo me interessar por ele. O assunto do sistema carcerário não me atrai nem um pouco, apesar de ter me surpreendido por você ter falado que o livro aborda compaixão, superação e fortalecimento de laços familiares. Não pretendo ler.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  19. Olá

    Até me interessei pela história do livro, não sabia que era baseado em alguns fatos reais, só não estou assistindo seriados no momento e acho que preferiria conferir o seriado antes de ler.

    Abraço!
    http://pipocaradioativa.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!