Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
7

Dica Literária #14: 12 Anos de Escravidão - Solomon Northup

12 Anos de Escravidão é um relato muito rico em informações sobre o antigo mercado escravista nos EUA daquela época (Meados de 1853). Um livro muito detalhista e que realmente nos deixar ciente do tema. Acima de tudo isso, é uma história de um homem, Solomon Northup, que nasceu livre, mas que por desventura da vida, viu-se algemado e vendido a um senhor de algodão.

Há inumeras passagens revoltante e que nos deixam indignados e se perguntando como o ser humano pode fazer algo tão desumano. 80% do livro é só chicotadas, e saber que isso realmente acontecia, e ainda pode acontecer por aí, é muito triste.
O livro é bastante tocante, e não sei se vocês conseguiriam lê-lo por completo, mas fica aqui a minha indicação desse livro para todos. Eu super recomendo.



12 Anos de Escravidão
Titulo Original: 12 Years a Slave
Autor: Solomon Northup
Edição: 1
Editora: Penguin Companhia
ISBN: 9788563560896
Ano: 2014
Páginas: 280
Tradutor: Caroline Chang


Sinopse: 
Considerada a melhor narrativa já escrita sobre um dos períodos mais nebulosos da história americana, Doze anos de escravidão narra a história real de Solomon Northup, um negro livre que, atraído por uma proposta de emprego, abandona a segurança do Norte e acaba sendo sequestrado e vendido como escravo. Depois de liberto, Northup publicou o relato contundente de sua história, que se tornou um best-seller imediato. Hoje, 160 anos após a primeira edição, Doze anos de escravidão é reconhecido como uma narrativa de qualidades excepcionais. Para a crítica, o caráter especial do livro deve-se ao fato de o autor ter sido um homem culto que viveu duas vidas opostas, primeiro como cidadão livre e depois como escravo. “O livro nos encantou: a dimensão épica, o detalhamento, a aventura, o horror, a humanidade. Lia-se como um roteiro de cinema, pronto para ser filmado. Eu não podia acreditar que nunca ouvira falar nele. Pareceu-me tão importante quanto O diário de Anne Frank, só que publicado quase cem anos antes.” - Steve McQueen, diretor do filme 12 anos de escravidão.


Até mais ver,
Pedro S.

7 comentários:

  1. Oi, Pedrooooo!

    Nossa, esse livro deve ser muito denso. Realmente, não sei se conseguiria ler todo. Mas a mensagem é muito importante: aconteceu e ainda acontece a escravidão.
    Se eu não estou enganado tem o filme, neh? Se tiver mesmo eu quero assistir. Adorei a dica e quem sabe eu leio algum dia.

    Abraços!
    Encantos Paralelos.

    ResponderExcluir
  2. Oi Pedro! Tudo bom?
    Lembro que a primeira vez que fiquei sabendo sobre essa história foi com relação ao filme. Me deparei com o trailer no cinema e me deixou muito emocionada, mas fico feliz de ver que existe um livro por trás disso tudo, nada melhor do que um não é mesmo? E escrito nada mais e nada menos pelo homem que enfrentou essa jornada agoniante.
    Quero muito ler pois o assunto me interessa bastante, apesar de causar muita revolta, devido as condições em que eles eram tratados, mas tenho certeza que essa história irá chegar em muitos e mudará totalmente suas vidas!

    Beijinhos,
    Percepções Blog | Grupo: Mais um livro, Por favor!

    ResponderExcluir
  3. Oi Pedro :)

    Esse livro entrou pra minha lista de desejados desde que assisti o filme, pois é muito bom. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Quero muito ler esse livro! :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá Pedro, tudo bom? Assim como Steve McQueen, eu nunca tinha ouvido falar nesse livro, até a produção do filme. A história parece ser belíssima e muito bem escrita, eu me sinto na obrigação de lê-lo, se não vou ficar com um forte sentimento de que deixei passar algo sensacional.
    Estou seguindo seu blog. Abraço

    blogfalandodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, achei legal a sua indicação. Não conhecia esse livro, é a primeira vez que ouço falar dele, mas achei interessante. As vezes é bom pararmos e ler algo mais real que faça nossa atenção voltar para a realidade e pensar na humanidade e em nossas vidas...

    Abraços.
    www.entrepaginasdelivros.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Pedro, achei interessante a sua indicação e conhecer esse livro já que nunca tinha ouvido falar rs. As vezes é bom pararmos um pouco e ler algo mais voltado para a realidade para que possamos pensar um pouco em nossas vidas e no mundo, certamente esse livro deve mexer muito com o leitor...

    Abraços.
    www.entrepaginasdelivros.com

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!